Você está aqui
Home > Arte e Cultura > Acidente com atores de Tucano que interpretam Mamomas Assassinas quase termina em tragédia

Acidente com atores de Tucano que interpretam Mamomas Assassinas quase termina em tragédia

Há 21 anos, um trágico acidente aéreo na Serra da Cantareira, em São Paulo, acabou com a carreira promissora da banda Mamonas Assassinas. O grupo retornava de um show no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Na madrugada desta segunda-feira, 31 de julho, por pouco um acidente com um dos veículos que transportava parte do elenco e da equipe de apoio do espetáculo “Nem pelados nem Santos – Uma homenagem aos Mamomas Assassinas” não se transformou em uma tragédia.

O grupo retornava de Serrinha, onde se apresentou neste final de semana, quando o reboque do carro capotou, possivelmente depois de um dos pneus do veículo ter estourado ao cair em um buraco no asfalto da BR-116, como relatou o grupo, ocasionando, logo em seguida, o capotamento também do veículo, que ficou completamente destruído, sendo ambos arremessados para fora da pista.

Em contato com o site Resenha Local, o ator e integrante da peça, Iuri Pimentel, informou que o acidente ocorreu por volta de 1h da manhã em um trecho entre os municípios de Araci e Teofilândia. Apesar do estrago no veículo, ninguém ficou ferido. “Venho agradecer a todas as mensagens de carinho e força, e dizer que apesar do ocorrido estamos bem e não nos machucamos. Graças a Deus tudo foi feito devido sua vontade. Só temos que agradecer pela graça de termos nascido novamente”, postou Iuri em sua rede social na tarde desta segunda-feira (31) depois de passado o susto.

Iuri (camisa azul no centro) estava no veículo e postou essa foto do grupo em Serrinha para agradecer as mensagens de apoio.

A peça “Nem pelados nem Santos” conta a história da banda Mamonas Assassinas. O grupo deve mesmo agradecer a Deus por não ter permitido uma trágica coincidência.

Resenha Local

One thought on “Acidente com atores de Tucano que interpretam Mamomas Assassinas quase termina em tragédia

Deixe uma resposta

Top